OBrasill.com - a sua página inicial.BIOLOGIA

Pricipais regras do Código de Nomenclatura Zoológica

  Artigos em Biologia para vestibulares, concursos, trabalhos escolares de nível médio e universitário


Página Inicial|Informática|Educação|Biologia|MegaLoja|Serviços gratuitos

.

Google
Pesquisa personalizada

Aproveite as ofertas do Submarino:

* Resumão de Biologia - ótimo para vestibular, concursos e trabalhos escolares por menos de R$ 10,00 > confira

* Biologia Celular e Molecular - Junqueira & Carneiro nova edição > confira

* Bio: vomule único - Completo para vestibular e ensino médio - Sonia Lopes >confira

Resumão Biologia Biologia Celular e MolecularBiologia, volume únicoOBrasill.com - a sua página inicial leve e rápida. Encontre os menores preços em lojas confiáveis. O melhor conteúdo: Informática, Educação, Biologia, Ciência, Sites

.

 

Nesse e nos demais textos do Portal de Biologia do OBrasill.com você encontrará informações úteis para o seu estudo. Caso esteja estudando para um concurso, vestibular, qualquer outra prova ou seleção ou mesmo se estiver preparando um trabalho escolar, as informações a seguir lhe ajudará a obter boas notas. Boa sorte!

Aproveite os menores preços de computadores essa semana. Compare os preços

 

Todos os táxons de escalão superior ao grupo da espécie consiste de uma palavra (uninominal) e com a inicial maiúscula ex: Isotomidae, nome de uma família de Collembola; Canis , nome genérico do cão.

1) Os nomes específicos e de táxons acima devem ser redigidos em Latim ou latinizados. ex: Canis familiares

2) Todo animal deve ter, pelo menos, dois nomes, o primeiro é do gênero e o segundo da espécie. Éo sistema binominal criado por Linnaeus ex: Musca é nome do gênero; domestica é o nome da espécie.

3) O nome do gênero deve ser redigido sempre com a primeira letra em maiúscula. ex: Felis cattus

4) O nome da sp deve ser escrito com a inicial minúscula. Quando se utiliza nomes próprios (nomes de pessoa ou de localidades) é indiferente usar - se inicial maiúscula ou minúscula. ex: Pulex irritans; Trypanosoma cruzi, T. Cruzi, Dicranocentrus heloisae ; D. Heloisae

5) Quando existe subespécie, o seu nome deve ser escritodepois do nome da espécie, e sempre com a inicial minúscula, mesmo que seja nome de pessoa. ex:Rhea americanaamericana, Rhea americana darwin

6) Quando existe sub – gênero, o seu nome deve ser escrito depois do nome do gênero, entre parênteses e com a inicial maiúscula. ex: Anopheles (Nyssorhinchus) darlingi ,

7) O nome dos animais deve ser grifado, sublinhado ou escrito com um tipo de letra diferente do tipo de letra do texto. Não existe no Código nenhuma menção de obrigatoriedade de sublinhar – se o nome genérico ou específico. Sugere –se que seje destacado no texto em que estiver contido. ex: Felis tigris, Felis tigris ou Felis tigris. Tradicionalmente temos o hábito de sublinhar o nome científico, convém chamar a atenção que devemos sim, éressalta – lo ao longo do texto.

8) Deve-se usar sempre o primeiro nome com que um animal foi descrito, mesmo que esteja errado. ex: Quando descobriu – seo anfioxo, este animal foi denominado de Branchiostoma lanceaolatum; porque pensou – se que as saliências em torno de suaboca (stoma = boca) fossem brânquias. Posteriormente, verificou – se que isto era falso, e mudou – se o nome par Amphioxus . No entanto, devido a Regra de Prioridade, somos obrigados a usar o termo Branchiostoma.

9) Em trabalhos científicos, depois do nome do animal coloca – se o nome do autor que o descreveu e data da publicação. Quaisquer outras indicações, tais como o lugar e o ano em que o animal foi descrito, por exemplo, se forem necessários devem ser colocados depois do nome do autor e do ano de publicação, e entre parênteses. ex:Trypanosoma Cruzi C. Chagas (Lassance, MG1909); Musca domestica Linnaeus (Estocolmo, Suécia1758); Dicranocentrusheloisae Arlé & Mendonça,1982 (Museu Nacional, Rio de Janeiro, 1972).

10) Se um taxon do grupo da sp foi descrito num dado gênero e depois transferido para outro, o nome do autor do nome do grupo das espécies, se for citado , deve ser colocado entre parênteses . ex: Ctenocyrtinus prodigus foi descrito em 1959 por Roger Hypolite Arlé . Em 2000, Bellinger publicou a nova posição taxonômica desta espécie como: Seira prodigus (Arlé) Bellinger, 2000.Taenia diminuta Rudolphi, quando foi transferido para o gênero Hymenolepsis , é citado como Hymenolepsis diminuta (Rudolphi).

11) Para designar-se super – famílias usamos a terminação OIDEA, a famíliaé reconhecida pela terminação IDAE; a sub – família pela terminação INAE. Para designar-se a tribo utilizamos a terminação INIagregada no término do nome, ex: O verme causador do amarelão é da super – família Strongyloidea, o homem é da família Hominidae; o mosquito – prego é dasub – família Anophelinae, Entomobyini é uma tribo de colêmbolos.

Publicidade - Encontre os menores preços de Pen drive e MP3 Player / MP4 Player em lojas confiáveis.

Texto: Prof. Ricardo Cabral

Não é o que você procurava ou precisa de mais informações? Entre no Portal de Biologia do OBrasill.com e encontre artigos relacionados